quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Israel construirá muro subterrâneo para cercar Faixa de Gaza e impedir escavação de túneis. A matéria é de "Opera Mundi"

                                                                   

Ministério da Defesa abriu licitação para construção de muro, que se estenderá por 60 km; túneis subterrâneos são principal rota de abastecimento de Gaza, diz ONU

O Ministério da Defesa de Israel abriu licitação para a construção de um muro subterrâneo para cercar a Faixa de Gaza também por sob a terra, informaram nesta quarta-feira (03/08) veículos de imprensa israelenses.

 O objetivo seria impedir a passagem de militantes do Hamas, grupo considerado terrorista pelo governo de Benjamin Netanyahu (foto), para território israelense.
Agência Efe

Segundo o jornal israelense YNet, foi enviado um comunicado confidencial para 20 empresas israelenses convidando-as a participar da licitação. O projeto cobriria os primeiros 10 quilômetros dos 60 planejados para o muro.

Devido à natureza complexa do projeto subterrâneo, as empresas israelenses precisariam contar com a parceria de empresas estrangeiras. De acordo com o YNet, algumas companhias se recusaram a tomar parte no projeto, alegando a “sensibilidade política” de trabalhar em projetos de defesa de Israel. O Ministério da Defesa, porém, não estaria ciente de tais recusas.

A construção do muro subterrâneo deve começar em outubro. Uma das empresas israelenses que devem se dedicar às obras é a Solel Boneh, que já está trabalhando na construção de um muro na fronteira sul de Israel.

A barreira projetada para Gaza deve incluir proteções na superfície e subterrâneas para impedir a passagem de palestinos para o território israelense, além de sensores que detectariam atividades de escavação em seus arredores.

O muro, que custaria cerca de 570 milhões de dólares aos cofres israelenses, passou a ser cogitado após a ofensiva de Israel contra Gaza entre julho e agosto de 2014, quando militantes do Hamas usaram túneis para sair de terras palestinas e realizar ataques contra Israel em seu território.

Em abril e maio deste ano, militares israelenses descobriram dois túneis desde Gaza até o território israelense, os primeiros encontrados desde o fim da ofensiva em agosto de 2014.

Os cerca de 1,7 milhões de habitantes da Faixa de Gaza vivem sob bloqueio israelense desde 2007, que inclui a fronteira do território palestino com o Egito. Os túneis subterrâneos são uma maneira de os residentes conseguirem alimentos e outros itens básicos, sendo "a principal rota de abastecimento e comércio de produtos" para dentro de Gaza, segundo um relatório do Programa Mundial de Alimentação da ONU publicado em fevereiro de 2014.

(Com Opera Mundi)

Nenhum comentário :