segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Nove dias de cultura para comemorar os 90 anos de Fidel Castro Ruz

                                                                  
Durante nove dias, a partir do próximo dia 11 de agosto, quinta-feira, a Casa do Jornalista se transformará num centro de cultura de Cuba, em homenagem aos 90 anos de Fidel Castro. A efeméride terá uma grande festa, no sábado, 13, data de nascimento do líder revolucionário cubano.

A programação está sendo organizada pela Associação Cultural José Martí MG e se estenderá por outros locais de Belo Horizonte. Na Casa do Jornalista acontecerão, além da festa, mostra de cinema cubano, exposição de fotografias, ensaio do Bloco Soviético, debate sobre o programa Mais Médicos e a assembleia de criação da Fundação Fidel Castro, entre outras atividades.

José Guilherme Castro, diretor da Associação e organizador do evento, considera que a comemoração vem na hora certa, diante da grave situação política vivida pelo Brasil. “Deixemos o pessimismo para os momentos fáceis”, disse, repetindo uma frase do próprio Fidel Castro.

Arte e carnaval

A programação do sábado 13/8, terá três palcos, um no bar, outro no salão da casa e um terceiro na rua. Ela começará às 15h, com a criação da Fundação Fidel Castro de Saúde e Solidariedade, e prosseguirá com o ensaio do Bloco Soviético. O bloco, que estreará no carnaval belo-horizontino em 2017, vai inaugurar o Circuito Revolução, de comemoração dos 100 anos da Revolução Russa de 1917. “O Bloco Soviético vai ensaiar o hino da Internacional em ritmo de carnaval”, revelou José Guilherme, lembrando que um bloco soviético já sai no carnaval paulistano.

A partir das 18h estão programadas várias atividades artísticas, como um varal e um sarau de poesias, projeção de vídeos, mostra fotográfica, roda de capoeira, roda de samba, MPB, rap e música latino-americana. Já confirmaram presença os seguintes artistas: Aline Calixto, Amaury Costa, Beto Lino, Chico Amaral, Ciro Cordeiro, Dj Cubanito, Dado Prates, Domingos do Cavaco, Fabinho do Terreiro, Gonzaga Medeiros, Ice Band, Associação Cultural Eu Sou Angoleiro, Kátia Rabelo, Paulo Morão, Professor Colcheia, Flávio Renegado, Regional Mineiro, Rosa Pimentel, Rubem Siqueira, Sérgio Moreira, Tadeu Martins, Tião Vieira, Vilson Balbino e Vítor Santana.

Estarão presentes à festa dois meninos que têm o mesmo nome do revolucionário cubano – um deles tem dois anos de idade e o outro apenas um. “No mundo inteiro pais e mães dão o nome de Fidel aos seus filhos”, ressaltou José Guilherme. “Fidel é um cidadão do mundo.”

Mais Médicos

Nem só de festa será a programação de comemoração dos 90 anos de Fidel Castro. Na quinta-feira 11/8, após a inauguração da mostra de fotografias “Cuba no olhar dos fotógrafos mineiros”, haverá o colóquio “Saúde e revolução”, excelente oportunidade para que o público conheça melhor o programa Mais Médicos, do governo federal, bem como o Programa Integral de Saúde de Cuba.

Participarão do encontro os seguintes médicos: Felipe Proenço, professor da UFPB, integrante da coordenação nacional do Mais Médicos para o Brasil durante o governo Dilma; Carlos Yohan Cruz Martínez, oftalmologista, médico de família e comunidade pelo Mais Médicos; Bruno Pedralva, médico de família e comunidade, que faz parte da direção do Sindbel; Nathan Mendes, médico de família e comunidade e professor da UFMG, e Marina Corradi, médica e professora da PUC-MG.

Cinema

Encerrando a programação na Casa do Jornalista, haverá a mostra do Cine Clube Cubano, do dia 15 ao dia 19/8, sempre às 19h. É a seguinte a seleção de filmes:

15/8- Soy Cuba, 141 minutos, Cuba-União Soviética, 1964, direção de Mikhail Kalatazov.

16/8- Coffea Arábiga, 18 m., Cuba, 1968, direção de Nicolás Guillén Landrián; O Mamute Siberiano, 90 m., Cuba-Brasil, 2005, direção de Vicente Ferraz.

17/8- Lucía, 160 m., Cuba, 1968, direção de Humberto Solás.

18/8- A Guerra Esquecida, 19 m., Cuba, 1967, direção de Santiago Álvarez; A Última Ceia, 110 m., Cuba, 1977, direção de Tomás Gutiérrez Alea.

19/8- Curtas EICTV (total: 137 m.): Mudança, 12 m., Cuba-Argentina, 2011, direção de Daniel Kvitko; Madeira, 25 m., Cuba-Argentina, 2012, direção de Daniel Kvitko; Further and Further Away, 12 m., Cuba, 2008, direção de Orisel Castro; Music Box, 23 m., Cuba, 2010, direção de Orisel Castro; O Gato e o Martelo, 7 m., Cuba-Porto Rico, 2008, direção de Llaima Swuani Sanfiorenzo; Nada com Ninguém, 14 m., Cuba-Brasil, 2003, direção de Marcos Pimentel; O Carteiro, 10 m., Cuba-Portugal, 2012. direção de Cláudia Alves; Compacta e Revolucionária, 34 m., Cuba-Portugal, 2011, direção de Cláudia Alves.

La Noche Cubana

No dia 17, às 19h, acontecerá a reunião de construção do Circuito Revolução, que organizará ações relacionadas ao centenário da Revolução Russa. Completam a programação o Encontro internacionalista pelo fim do bloqueio e pela pátria palestina, de 17 às 18h do dia 17, no Quarteirão Xacriarás da Praça 7, e a festa “La Noche Cubana”, com apresentação da Orquestra Noche Cubana, formada por músicos brasileiros e cubanos, no Núcleo de Estudos de Cultura Popular (Avenida Nossa Senhora de Fátima, 3.312, Prado), no dia 19, a partir das 22h, com ingresso a R$ 15.

Acompanhe a programação pela página da Associação Cultural José Martí MG no Facebook: https://www.facebook.com/events/918070064988695/.


Nenhum comentário :