domingo, 31 de maio de 2009

XIV CONGRESSO DO PCB

Conforme decisão da Comissão Política Nacional (CPN) do CC, o XIV Congresso Nacional do Partido está confirmado para os dias 9 a 12 de outubro de 2009, na cidade do Rio de Janeiro, com o seguinte Temário:
1 - Capitalismo Hoje; 2 - Socialismo: Balanço e Perspectivas; 3 - Estratégia e Tática para a Revolução Brasileira; 4 - Regimento Interno do Partido; 5 - Declaração Política; 6 - Eleição do Comitê Central.

Chávez denuncia campanha



O presidente da República, Hugo Chávez Frías, exortou o povo a estar atento e vigilante para o mal galopante dos capitalistas no país. Em seu último artigo intitulado,publicado neste domingo, o presidente sublinhou que o" sistema capitalista prega a ausência de qualquer classe ou desigualdade, porque existe uma suposta igualdade de oportunidades", quando sabemos que toda a sua perversidade assenta precisamente sobre quebrar qualquer equilíbrio possível entre a legalidade e a justiça. " Ele também lembrou que uma propaganda da campanha foi lançada por todos os meios de comunicação para acreditar que a Revolução Bolivariana afetará os bens de propriedade privada da Venezuela . "Mas a verdade é que aqueles que pregam isto são os mesmos que têm vindo a conquistar, literalmente, os lotes de automóveis e já especulam abertamente com a venda e arrendamento de imóveis", disse ele. (Google e Agência Bolivariana de Notícias/Divulgação)

Obama, só promessas?

(Uma charge de Eric Allie para a Telesur)

Susan Boyle, não foi desta vez

A cantora Susan Boyle que ficou famosa no mundo todo graças aos vídeos do Yutube não se saiu bem na apresentação final do programa de calouros. Ganhou o prêmio de 320 mil reais um grupo de dança, o Diversity. Susan mesmo nervosa, não perdeu o humor: classificou o grupo como "muito divertido". Imagens de Susan e do Diversity são da BBCBrasil/Divulgação

O brasileiro João Carlos Rosman, que mora no Rio de Janeiro, recebeu pela sexta vez consecutiva o trofeu da União dos Compositores e Autores japoneses pela música Zoom Zoom Zoom. Com o prêmio o autor disse que não precisa mais se preocupar com dinheiro pelo resto de sua vida. A música bombou nas rádios e tvs japonesas graças à campanha publicitária da montadora Mazda e há seis anos destrona ícones como What a wonderful world, imortalizada por Louis Armstrong e mesmo All you need is love, dos Beatles. (Imagem:BBCbrasil/Google/Divulgação)



sexta-feira, 29 de maio de 2009

Contra o AI -5 Digital


No dia 1º de junho, segunda-feira, os professores Sérgio Amadeu e Idelber Avelar estarão em Belo Horizonte para debater o projeto substitutivo, em votação na Câmara dos Deputados, aprovado e defendido pelo senador Eduardo Azeredo (PSDB), para criminalizar práticas cotidianas no Internet. O encontro será no Teatro da Cidade (Rua da Bahia, 1341 - Centro), às19h30, com entrada franca.

Entre outros absurdos, o projeto do senador mineiro quer transformar os provedores de acesso em uma espécie de polícia privada. O projeto coloca em risco a privacidade dos internautas e, se aprovado, aumentará o já elevado custo de comunicação no Brasil.

Para os organizadores do encontro, os mineiros têm uma responsabilidade a mais em combater este projeto, por ser de autoria de um senador do estado. A Internet é uma rede de comunicação aberta e livre. Nela, podemos criar conteúdos, formatos e tecnologias, sem a necessidade de autorização de nenhum governo ou corporação.

A rede mundial de computadores democratizou o acesso a informação e tem assegurado práticas colaborativas extremamente importantes para a diversidade cultural, o que incomoda grandes grupos econômicos. Por isso, eles se juntam para retirar da Internet as possibilidades de livre criação e de compartilhamento de bens culturais e de conhecimento.

O projeto substitutivo do senador Azeredo, que está para ser votado na Câmara de Deputados, também quer tornar suspeitas as redes Par-a-Par (P2P), impedir a existência de redes abertas e reforçar a Gestão de Direitos Digitais - GDD (Digital Rights Management - DRM), o que impedirá o livre uso de aparelhos digitais.

Os debatedores:

Sérgio Amadeu - Professor da pós -graduação da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero-SP. Militante do Software Livre e do Movimento Mídia Livre. www.samadeu.blogspot.com

Idelber Avelar - Professor na Tulane University, em Nova Orleans – EUA. Mantém o blog Biscoito Fino e a Massa. http://www.idelberavelar.com/

Sindicato dos Jornalistas do Estado de Minas Gerais>> Confira artigo sobre o assunto no blog do jornalista Paulo Henrique Amorin

Mulheres pela democracia

As democracias ao redor do mundo, já ameaçadas pela crise financeira e os conflitos militares, ficarão ainda mais debilitadas a não ser que se garantam os direitos das mulheres.Esta foi uma das resoluções do encontro de 130 delegadas de todos os continentes, reunidas durante três dias na cidade de Antiga Guatemala.Convocadas pela iniciativa das Mulheres Prêmios Nobel e a Fundação Rigoberta Menchú Tum, elas comemoraram a conferência Mulheres Redefinindo a Democracia para a Paz, a Justiça e a Equidade. Com a Prensa Latina/Foto: Divulgação

Momentos da vida

Clarice Lispector

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la. Sonhe com aquilo que você quiser. Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz. As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas, elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram, para aqueles que se machucam, para aqueles que buscam e tentam sempre. E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade. A vida não é de se brincar porque um belo dia se morre.

Jorge Amado e as mulheres


A Folha de S.Paulo está disponibilizando a preços promocionais obras de Jorge Amado onde a mulher é a personagem principal: "Gabriela Cravo e Canela", "Tieta do Agreste", "Teresa Batista Cansada de Guerra" e "Dona Flor e Seus Dois Maridos". O escritor baiano é autor de umas das mais significativas obras da moderna ficção brasileira, com 49 livros de literatura voltada para as raízes nacionais.

Dia dos Namorados no La Taberna


quarta-feira, 27 de maio de 2009

Oitavo Congresso do SIND-UTE


GREVE NA PBH

Dias 3 e 4 próximos, os trabalhadores em educação da rede pública municipal estarão em greve. A resolução foi na assembleia geral da categoria, realizada dia 14 na Praça da Estação. No dia 3, no mesmo local, isto é, na Praça da Estação, haverá nova assembleia onde a categoria optará ou não pela continuidade do movimento.

Representação no CONEDH



Não é uma prestação de contas de nossa presença no Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, como representante do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais. É preciso que se registre, contudo, o nosso trabalho em prol da manutenção dos jornalistas naquela instância de defesa dos direitos humanos. Não só porque, historicamente, os jornalistas sempre estiveram à frente ou formando lado a lado com as entidades, partidos, órgãos da sociedade civil em todas as trincheiras que se fizeram necessárias em prol das lutas pela liberdade, pela independência, contra a ditadura. Além do mais, somos , ao mesmo tempo, defensores e vítimas. Haja vista o número de companheiros presos, torturados e mortos durante a ditadura militar. Sem se falar nos numerosos jornalistas que foram perseguidos, perderam seus empregos, foram e são vítimas de assédios moral e sexual (as companheiras jornalistas que o digam) em todos os setores de trabalho: redações, rádios,tvs, assessorias de imprensa etc.
Portanto, nada mais justo que a representação do Sindicato seja mantida no CONEDH. mercê de alguma luta, algumas argumentações impressas e apoios conseguidos no dia em que se votava o novo estatuto constitutivo do CONEDH, conseguimos fazer com que nossa tese fosse aprovada. É digno de registro a posição firme do representante da PUCMinas ao nosso lado.
A comissão encarregada da elaboração do documento final levado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social acatou as sugestões do CONEDH, notadamente a manutenção de nossa representação.
Era pensamento da Secretaria abrir a representação a mais órgãos da sociedade civil. Não somos contra. Mas só queremos que a nossa represenação seja efetivamente garantida, ao lado de outras como a da Arquidiocese de BH, a da OAB, a das Polícias Civil e Militar, etc. Neste sentido, a presidente do CONEDH, a médica Emely Vieira Salazar, representante da Arquidiocese, está fazendo contatos com a Secretaria para que seja mantido o que foi aprovado na reunião específica do Conselho. (Imagem: uma das reuniões do CONEDH)

Conferência de segurança pública


O município de Ibirité (MG) realizou nos dias 16 e 17 de maio último, a 1ª Conferência Municipal de Segurança Pública evento este que antecede a etapa nacional que acontecerá em Brasília de 27 a 30 de agosto de 2009. Organizado pela Prefeitura Municipal de Ibirité através da Secretaria de Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico a conferência aconteceu no Centro Educacional de Ibirité onde compareceram cerca de 200 pessoas representativas de todos os setores da sociedade local.
O ponto de partida para o debate nacional é um texto base elaborado pelo Ministério da Justiça, com o objetivo de orientar o processo de discussões nas diversas etapas do evento que acontecerá nos níveis municipais nas eletivas e preparatórias, , as conferêncis livres, a conferência virtual, os seminários temáticos e outras ações qu possibi8liteam qualquer cidadão e cidadã encaminhar propostas à etapa nacional em Brasília.

Comitês se solidarizam com Cuba


Mais de 20 comitês de solidariedade com Cuba existem hoje em El Salvador e esperam com alegria a retomada de relações diplomáticas entre os dois países, declarou um dirigente da Coordenadoria que os agrupa. A informação foi divulgada pela agência Prensa Latina.

O fechamento da Gazeta Mercantil


O jornal O Tempo deu a melhor nota sobre o fechamento da Gazeta Mercantil, na coluna de Raquel Faria:" Nos anos 90, então o quinto maior jornal econômico do mundo, a Gazeta Mercantil chegou a ter 60 diretores e vice-presidentes, muitos com salários de US$20 mil; uma estrutura de dar inveja a multinacional. Também acumulou dívidas.Obviamente, a má gestão é a raíz dos problemas financeiros do jornal que sai de circulação em junho.
A nota prossegue: "A crise dos jornais está evidente nos EUA, país onde a imprensa mais se desenvolveu: são 120 jornais fechados ou com edições apenas online e 5.000 jornalistas desempregados desde janeiro de 2008".


O petróleo tem que ser nosso


Em nota divulgada no Rio de Janeiro, o Partido Comunista Brasileiro, PCB, alerta para a campanha contra a Petrobrás, denuncia as manobras da direita, através da CPI, e conclama os trabalhadores e demais camadas progressistas a manter firme a campanha "O petróleo tem que ser nosso".
A nota é a seguinte :"As possibilidades que se abrem para o Brasil com as descobertas na camada do pré-sal acirram a luta de classes em nosso país, colocando a Petrobrás no centro de uma disputa política que, para além da preocupação das elites com o calendário eleitoral de 2010, envolve a definição do papel do Estado brasileiro e de a quem ele deve servir: aos trabalhadores ou à burguesia?
Lamentavelmente, o governo Lula manteve, no fundamental, o marco regulatório da exploração do petróleo herdado do governo FHC: a famigerada ANP e seus leilões abertos às multinacionais; 62% das ações da empresa vendidas em bolsas de valores, inclusive na de Nova Iorque.
Na sua opção pela governabilidade conservadora, em detrimento da mobilização popular, capitulou frente aos interesses do grande capital e tornou-se refém do jogo parlamentar burguês, sobretudo do PMDB, de que depende para tudo, até para a vitória de sua candidata à própria sucessão. Com sua cumplicidade, vemos hoje José Sarney e Michel Temer comandando o Congresso Nacional!
Só com mais de seis anos de mandato, quando surgem as possibilidades do pré-sal - no contexto de uma crise global do capitalismo -, é que Lula parece acordar para a necessidade de preservar o que ainda pode restar do mais valioso patrimônio nacional, que são nossas reservas de petróleo.
Ao invés de usar o respaldo que lhe daria o povo brasileiro para adotar atitudes firmes no caminho da reestatização da Petrobrás, nosso Presidente certamente optará pela criação de uma nova estatal para gerir apenas o pré-sal, num formato em que o Estado brasileiro cobra um percentual sobre a exploração do petróleo e a parte do leão fica para as concessionárias: a Petrobrás 38% estatal e empresas privadas, entre multinacionais e algumas de origem nacional, que certamente também se locupletarão neste jogo de cartas marcadas.
É neste quadro que surge esta cínica CPI convocada pela oposição de direita, formada exatamente por aqueles que implantaram este modelo antinacional e corrupto por sua natureza, mantido por Lula.
A oposição de esquerda ao governo não pode se iludir com esta CPI da direita, muito menos se aproveitar dela, por oportunismo político. Seus objetivos, para além do aspecto eleitoral, são claros. Trata-se de fragilizar a Petrobrás para tentar barrar a luta pela reestatização do petróleo, abrindo espaço para mais privatização e internacionalização do setor.
A esquerda como um todo também não pode se iludir com a movimentação de Lula, por mais que possa ser ou parecer bem intencionada. Ainda mais agora com a jogada política da CPI da direita, que o bota na defensiva e o encurrala no único campo institucional pantanoso em que se movimenta.
Com um governo de centro e uma CPI da oposição de direita, a única possibilidade de prosperar a campanha pela reestatização da Petrobrás é a mobilização do povo brasileiro. E as condições estão dadas. Numa Plenária Nacional na semana passada, com a presença das mais variadas organizações políticas e sociais do campo da esquerda - em que o PCB e o MST jogaram papel importante -, conseguimos unificar o título da campanha (O PETRÓLEO TEM QUE SER NOSSO), as bandeiras políticas e as formas de luta, dentre as quais se destacam um abaixo assinado dirigido ao Congresso Nacional e à Presidência da República e jornadas nacionais de luta.
Não há mais tempo a perder. Conclamamos todas as organizações e todos os militantes antiimperialistas a organizarmos de imediato Comitês Estaduais O PETRÓLEO TEM QUE SER NOSSO, amplos e unitários, em todo o Brasil.
REESTATIZAÇÃO E FORTALECIMENTO DA PETROBRÁS;
RESTABELECIMENTO DO MONOPÓLIO ESTATAL DO PETRÓLEO;
FIM DOS LEILÕES ENTREGUISTAS DA ANP;
DESTINAÇÃO SOCIAL DOS LUCROS DO PETRÓLEO.
Rio de Janeiro, 20 de maio de 2009
Comissão Política Nacional PCB - PARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO"

Festa italiana na Savassi

Jardim de Corpos e Duduca



Carlos Lúcio Gontijo lança dia 20, às 18h, na Associação Mineira de Imprensa, mais duas obras literárias: Jardim de Corpos e Duducha e o CD de Mortadela. A AMI, presidida por Wilson Miranda, fica na Rua da Bahia, 1450, ao lado da Academia Mineira de Letras. Apresentação da cantora Lenna Santos e acompanhamento do maestro Adilson Garcia. Jardim de Corpos é um romance de 368 páginas, com 20 ilustrações de Nelson Flores, da equipe de arte da revista Encontro. Duducha e o CD de Mortadela é um livro infantil, com ilusttração de Nivaldo Marques Martins.

terça-feira, 26 de maio de 2009

PREVIDÊNCIA PARA JORNALISTAS



A Petros – Fundação Petrobras de Seguridade Social –, embora mantenha o foco de atuação nos planos voltados para os empregados da Petrobras, sua principal patrocinadora, tem estendido as fronteiras do multipatrocínio e trabalhado com empresas e entidades de classe das mais variadas, como as dos médicos, artistas, administradores e dentistas. Chegou a vez dos jornalistas, mediante o plano FENAJprev, que será lançado no dia 28 de maio, às 18h, em Belo Horizonte, com a presença do ministro da Previdência Social, José Pimentel, e do secretário de Previdência Complementar, Ricardo Pena.

FUTURO

Para o presidente da Petros, Wagner Pinheiro, o papel da previdência complementar é justamente o de cuidar do futuro de quem hoje presta serviços à sociedade, mas que nem sempre se preocupa com um amanhã mais tranqüilo para si mesmo. “A Fundação sente-se muito honrada em administrar previdência complementar para esta importante categoria profissional, que vive de informar a sociedade.”

MATURIDADE

O presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murilo (foto), ressalta que o lançamento do plano FENAJprev é uma demonstração da evolução e maturidade do movimento sindical da categoria. ”Sem abandonar as principais razões de sua existência – a luta por melhores salários e condições de emprego –, nossos sindicados passaram a se envolver com questões de importância para a cidadania, como a democratização da comunicação, e a incorporar agendas e ações que alcançam os jornalistas de modo integral. Saúde e previdência, por exemplo, são, hoje, pauta de campanhas salariais da nossa categoria.

PREVIDÊNCIA PÚBLICA

O dirigente salienta que a Fenaj e seus 31 sindicatos filiados seguem defendendo uma previdência pública, universal e de qualidade, como direito e conquista de todo povo brasileiro. No entanto, assim como outras entidades representativas de diversas categorias de trabalhadores, interessa à Federação e aos sindicatos oferecer serviços que assegurem mais benefícios aos jornalistas e seus familiares. Murilo acentua que “a estruturação do Plano seguiu um rigoroso e democrático processo, principalmente na escolha das parcerias, levando em conta critérios de solidez e seriedade, como no caso da Petros”.

sábado, 23 de maio de 2009

Conselhos para o sucesso

NIZAN GUANAES


"Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, estou tentado a acreditar que tenho licença para dar alguns.Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja aqui vão alguns, que julgo valiosos.
"Meu primeiro conselho : Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo o coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência.
Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha. Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham, porque são incapazes de sonhar. E tudo que fica pronto na vida foi construído antes, na alma .
A propósito disso, lembro-me de uma passagem extraordinária, que descreve o diálogo entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar daqueles leprosos, disse: - 'Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo.' E ela respondeu: -'Eu também não faço, meu filho.' Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar e realizar tem trazido mais fortuna do que pensar em fortuna.
Meu segundo conselho : Pense no seu País. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si. Afinal, é difícil viver numa nação onde a maioria morre de fome e a minoria morre de medo. O caos político gera uma queda de padrão de vida generalizada. Os pobres vivem como bichos, e uma elite brega, sem cultura e sem refinamento, não chega a viver como homens. Roubam, mas vivem uma vida digna de Odorico Paraguassu.
Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: 'Seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito'. É exatamente isso que está escrito na carta de Laudiceia: Seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito, ou seja, é preferível o erro à omissão, o fracasso ao tédio, o escândalo ao vazio. Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso. Colabore com seu biógrafo. Faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando à extraordinária oportunidade de ter vivido, tendo consciência de que cada homem foi feito para fazer história. Que todo homem é um milagre e traz em si uma revolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro. Você foi criado para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e caminhar, sempre, com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não use Rider, não dê férias a seus pés. Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: 'eu não disse!', 'eu sabia!'.
Toda família tem um tio batalhador e bem de vida. E, durante o almoço de domingo, tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa. Chega dos poetas não publicados. Empresários de mesa de bar. Pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansiar, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar. Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso. Trabalho não mata. Ocupa o tempo. Evita o ócio (que é a morada do demônio) e constrói prodígios. O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito o que aprender com aqueles trouxas dos japoneses. Porque aqueles trouxas japoneses, que trabalham de sol a sol, construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta. Enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho.
Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo (que é mesmo o senhor da razão) vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama SUCESSO."
(Texto de oração que pronunciou aos formandos da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), dos quais foi paraninfo). A colaboração com este blog é de Ademir da Silva.

O PCB e a Revolução Socialista

"O objetivo estratégico do Partido Comunista Brasileiro é a conquista do poder político
pela classe operária e seus aliados fundamentais, organizados no bloco histórico do
proletariado, cujo objetivo central é a construção da sociedade socialista, período
transitório para a emancipação do proletariado na sociedade comunista. Para os
comunistas, a conquista do poder político envolve dois aspectos fundamentais: a) o
envolvimento das massas populares como sujeitos da ação histórica para as
transformações sociais e políticas; b) a organização e fortalecimento do instrumento
político revolucionário capaz de dirigir a disputa pela hegemonia na sociedade, baseado
nos princípios do marxismo-leninismo. O Partido Comunista Brasileiro deverá ser
consolidado no terreno da luta de classe, com uma plataforma capaz de construir uma
alternativa real de poder para os trabalhadores." (Trecho da tese "A estratégia e a tática da REvolução Socialista no Brasil", em discussão, dentro do XIV Congresso do Partido Comunista Brasileiro)

Fortalecer a luta pela paz



Em entrevista ao sítio Vermelho, do PCdoB, a presidente do Cebrapaz (Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz) e do CMP (Conselho Mundial da Paz), Socorro Gomes(foto)fala sobre os desafios da 2º Assembléia Nacional do Cebrapaz — a se realizar de a 24 a 26 de julho, na cidade do Rio de Janeiro. Os eixos do encontro de julho e um balanço dos cinco anos de existência da entidade foram explorados pela ativista. Ao comentar a crise do capitalismo, Socorro destaca que a disputa por um desfecho favorável aos trabalhadores passa por fortalecer a luta pela paz.(Vermelho/Divulgação)

Realizado dia 19, no teatro da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o lançamento da Conferência Estadual de Educação. A coordenação é da Comissão Organizadora da Conferência Estadual de Educação de Minas Gerais. Participam gestores, profissionais de educação, pais, alunos e movimentos sociais.
A partir de agora, vão acontecer várias conferências municipais, intermunicipais e depois, a estadual – todas irão anteceder a Nacional, prevista para o próximo ano. A iniciativa é do Ministério da Educação e Cultura. Serão discutidas propostas para todos os níveis de ensino – do infantil ao superior. O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) participa das discussões e destaca ser relevante a participação da sociedade civil neste debate.
“É importante a sociedade participar do debate e pensar a Educação para o país, pois trata-se de um processo de preparação para a Conferência Nacional”, que ocorrerá em abril de 2010, afirma Maria Inez Camargos, coordenadora geral do Sind-UTE/MG. (Ilustração: sedes e sub-sedes do Sind-UTE)

Bolívia vai confiscar terras


O governo boliviano aprovou nesta semana vários decretos, entre eles um para confiscar os bens de empresários e organizações vinculadas a grupos terroristas, e outro para instituir o dia de luta contra o racismo.(Prensa Latina/Divulgação)

Torturados em Minas

Processos envolvendo torturados, ou suas famílias, em Minas estão quase todos em fase final de instrução. Uns poucos estão na dependência de diligências. Cerca de 50 deles deverão receber indenizações até agosto. O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos pretende acelerar os demais processos, em poder de comissão específica. Em agosto a lei de anistia completa 30 anos.

Guerrilha do Araguaia

Em reunião realizada em Brasília, o Grupo de Trabalho da Guerrilha do Araguaia – da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça – definiu as datas para a realização dos julgamentos de casos de camponeses perseguidos pelo regime militar na região em que aconteceram os confrontos nos anos de 1972 a 1974, entre os estados do Pará e Tocantins, antigo Goiás. A sessão acontecerá nos dias 18 e 19 de junho na cidade de São Domingos do Araguaia (PA) um dos palcos da guerrilha.
O ministro da Justiça, Tarso Genro, participará dos julgamentos ao lado de organismos internacionais de direitos humanos. Hoje, existem cerca de 300 processos relativos ao Araguaia e a tendência é que grande parte seja apreciada. As exceções são aqueles movidos por descendentes de guerrilheiros e os que ainda não foram instruídos.

Ditadura e "Ditabranda"

O jornal belo-horizontino O Tempo publicou dia 23 a seguinte nota:
"Editorial
José Carlos Alexandre
Membro do Conselho Estadual
de Defesa dos
Direitos Humanos
Um primor de linguagem e de argumentação o editorial "Na Berlinda" (Fórum, 19.5). Um jornal paulista, mesmo com o neologismo "ditabranda", não conseguiu convencer os brasileiros de que a ditadura militar de 1964 foi mera marolinha em comparação com a da Argentina, do Chile e outras. Elas geraram a malfadada Operação Condor para espalhar pela América Latina as técnicas de tortura e delação de patriotas que se opuseram, de uma forma ou de outra, à opressão, aos atentados aos direitos humanos e aos assassinatos em nome da democracia. Parabéns!"

EM DEFESA DA PETROBRAS



A Associação dos Engenheiros da Petrobrás (AEPET) vem manifestar seu veemente repúdio às sucessivas tentativas, perpetradas freqüentemente por diversas origens, de manchar a imagem da Petrobrás, orgulho da nação brasileira, líder mundial na tecnologia de exploração em águas profundas e ultra profundas, descobridora do pré-sal, entre inúmeros outros premiados feitos realizados a partir da instituição da Lei 2004/53 (Lei do Petróleo).
Com base nos objetivos de sua existência, definidos no artigo 3º dos seus Estatutos, a AEPET é respeitada nacional e internacionalmente pela intransigente defesa do monopólio estatal do petróleo e da Petrobrás como sua executora, capaz de levar a bom termo a exploração do óleo e gás que repousam no subsolo nacional. A AEPET defende, também, de forma firme e decisiva, o corpo técnico da empresa, também reconhecido internacionalmente, mas que vem sofrendo com os diversos ataques à Petrobrás e aos seus direitos trabalhistas conquistados.
(Imagem:AEPET/Divulgação)

Cursos gratuitos no SENAC


O SENAC está oferecendo bolsas 100% gratuitas para os seguintes cursos:
Desenho Técnico
Como Falar em Público
Administração de Armazenagem
Básico de Organização de Eventos
Massagem Relaxante Energética
Recepção e Atendimento Telefônico nas empresas
Gestão de Custos e Formação de Preço
Cargos e Salários
Práticas de Administração de Pessoal Logística de Transportes Logística Integrada
Administração e Planejamento da Produção
Organização e Marketing de Eventos Corporativos e
Cerimonial e Protocolo em Eventos

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Apôio às vítimas de violência

O mestre em Psicologia Marco Antônio Torres fala dia 27 próximo, às 14h, na Secretaria Municipal de Direitos da Cidadania, situada na Rua Espírito Santo, 505.

Morte pela fome

(Pedro Medés Suarez/Telesur)


Morales, mudança irreversível



O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse ontem que, depois de 200 anos, de invasão e saques do imperialismo, os bolivianos caíram no colonialismo, no liberalismo e agora partem para um desenvolvimento verdadeiramente independente. Morales discursou após prestar homenagens aos heróis da independência boliviana." O processo de mudança é irreversível, lembrou". (Imagem:Telesur)

Dandara ganha apôio



A diretoria da Copasa compareceu no último dia 20 à Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais, para prestar esclarecimentos sobre o corte de água executado nas vésperas da festa que houve no acampamento dos sem-teto no Céu Azul. O fornecimento havia sido interrompido na quinta-feira, 14, sem aviso-prévio, a pedido da 15º Companhia da Polícia Militar. Houve um princípio de tumulto e muita tensão no momento, pois a própria PM coordenou a ação deslocando efetivo de quase 10 viaturas para o local.
O MP elencou 17 precedentes constitucionais, entre normas, princípios e preceitos, além de acordos e legislações internacionais das quais o Brasil é signatário, estatutos e leis orgânicas. Todas estas amparam o direito fundamental do acesso a este importantíssimo recurso natural, que é a água, e perante as mesmas torna-se injustificável qualquer corte no fornecimento da mesma.
A Copasa havia se utilizado anteriormente de um Termo de Ajustamento de Conduta como justificativa para o desligamento, mas perante o poder judiciário e as intervenções dos oito representantes das promotorias relacionadas ao tema o órgão estadual teve de recuar na argumentação, pois ficou evidente a sua inadequação.
Ficou acertado o fornecimento em caráter emergencial, de 2 caminhões-pipa diários, até a instalação de uma “solução técnica” adequada, a cargo da Copasa. Joviano Mayer, coordenador da Ocupação Dandara, como ficou conhecida a área, comentou a decisão. “Este fato demonstra o descaso do Governo Estadual, que controla a Copasa com relação aos mais pobres. Existem vários chafarizes à disposição na parte rica da cidade e só o que pedimos é que se disponibilize um aqui na Dandara, provisoriamente, pois ainda é impossível chegar água encanada a cada família”, diz.
Antes da intervenção do MP, os deputados Eros Biondini, André Quintão e Padre João, da comissão de participação popular da ALMG já haviam tentado uma solução negociada com a cúpula da Copasa, porém sem sucesso.
No sábado, 16, cerca de quinhentos convidados foram recebidos na ocupação durante o dia todo numa grande confraternização que contou com a presença de Pereira da Viola e mais seis violeiros. Estiveram presentes muitos sindicatos, religiosos, estudantes, amigos e apoiadores além de figuras públicas diversas. Num arraial temporão, os acampados comemoravam com barraquinhas, brincadeiras e muita descontração.
A ocupação completou um mês no último dia 9 de maio, e tem hoje cerca de 1mil famílias acampadas além de 500 em lista de espera. As famílias são sem-teto e desempregados, ou moradores de áreas de risco, coordenados pelas Brigadas Populares e o MST. A construtora Modelo, que se alega proprietária, entrou com ação de reintegração posse no dia 12, mas esta foi derrubada por um agravo no dia 21. As famílias vão poder permanecer na área até o julgamento do mérito. Além do Ministério Público, estão dando assistência aos ocupantes a Arquidiocese de BH, a PUC e, acompanhando com atenção, o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, CONEDH, para que se encontre uma solução para o caso.

Libertação de cubanos presos

Em Pretória, África do Sul, o vice-presidente da Associação Sulafricana de Solidariedade a Cuba, Clever Bonganayi, pediu aos EUA a libertação imediata dos cinco cubanos(foto)presos em Miami. René Gongález, Gerardo Hernández, Fernando González, Ramón Labañino e Antonio Guerrero estão presos sob acusação de terrorismo. Eles estavam fazendo justamente o contrário: infiltrados entre os exilados cubanos em Miami para descobrir atentados violentos que lá se tramavam contra alvos em seu país.

Uma charge de Falco


(Falco, charge publicada em Juventud Rebelde)

Liberdade para Suu Kyi


A líder pró-democracia de Mianmar, Aung San Suu Kyi, disse nesta sexta-feira durante seu julgamento que não cometeu nenhum crime, segundo informações divulgadas pelo advogado dela.
Suu Kyi, vencedora do prêmio Nobel da Paz, começou a ser julgada na segunda-feira, acusada de ter violado os termos de sua prisão domiciliar ao permitir que um homem americano entrasse em sua casa.
O americano John Yettaw atravessou a nado um lago para chegar à casa em que ela estava confinada.
O advogado de Suu Kyi insiste que Yettaw não havia sido convidado para uma visita.A libertação da oposicionista estava prevista para maio, mas, com as novas acusações, ela pode pegar até cinco anos de prisão.

SEGURANÇA NAS ESTRADAS

A ausência de muros de proteção em pontes, viadutos e curvas perigosas tem sido apontada como causa de graves acidentes automobilísticos. Projeto destinado a garantir a construção desse tipo de estrutura nos locais indicados foi aprovado em 12 de maio pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), mas com mudanças importantes: em vez de tornar obrigatória a execução das obras em até cinco anos, o texto apenas autoriza o governo federal a adotar a iniciativa de implantar mecanismos de proteção, muros ou qualquer outro sistema que atenda o mesmo objetivo de segurança.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

HOMENAGEM A SANTORO

O programa de, 24 de maio, às 20h, pela MEC FM, faz uma homenagem aos 90 anos de nascimento e 20 anos de morte do compositor Claúdio Santoro. No repertório, as obras do maestro: Ponteio, com a Orquestra de Câmara Banespa; Quinteto de Sopros, com o Quinteto Villa-Lobos em gravação do Selo Rádio MEC; Sonata nº1, na interpretação da pianista Gilda Oswaldo Cruz; e Sinfonia nº 7, com a Orquestra Sinfônica da Rádio de Berlim, sob regência de Claudio Santoro.Os Compositores apresenta também as gravações do Concerto número 3 para piano e orquestra - para a juventude e Quarteto de cordas número 3, com a pianista Maria Alice Coelho e a Orquestra Sinfônica Nacional da Rádio MEC, sob regência de Claudio Santoro, em gravação de 1978 pela Rádio MEC, na estreia mundial da obra, na Sala Cecília Meirelles, no Rio de Janeiro; e as Canções de amor sobre poemas de Vinícius de Moraes, com a soprano Carol Mcdavit e a pianista Maria Teresa Madeira. E por fim, o Quarteto de cordas nº 3, na interpretação do Quarteto Radamés Gnatalli (Lançamento do Selo Rádio MEC). Artista completo, Cláudio Santoro desempenhou várias atividades ao longo da carreira. Atuou como compositor, intérprete, professor, regente, membro de júris internacionais, representante do Brasil em conferências internacionais e grande pesquisador. Ao falecer, em 27 de março de 1989, em pleno ensaio da Orquestra do Teatro Nacional em Brasília, da qual era regente, deixou um acervo musical de cerca de 500 obras, entre 14 sinfonias, solos, câmara para trios, quartetos, concertos, cantatas, ópera, música eletroacústica, entre outros, e uma atuação artística e educacional que influenciou várias gerações de músicos brasileiros. Produção Servio Tulio.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Liberdade para Prêmio Nobel


Aung San Suu Kyi, líder pró-democracia e vencedora do Prêmio Nobel da Paz, acabou de receber novas acusações dias antes do fim do cumprimento da sua pena de 13 anos de prisão. Ela e outros milhares de monges e estudantes foram presos por desafiarem pacificamente a ditadura brutal de seu país, a Birmânia (Mianmar).
Mesmo correndo o risco de sofrer uma retaliação dos militares, os ativistas da Birmânia estão organizando um movimento global pela libertação de Aung San Suu Kyi e de todos os prisioneiros políticos do país. Nós temos apenas 6 dias para ajudá-los a conseguir uma quantidade gigantesca de assinaturas, que serão apresentadas para o Secretário Geral da ONU – Ban Ki Moon semana que vem. A petição pede que ele dê prioridade máxima à libertação dos presos, impondo a libertação como condição para qualquer engajamento com a junta militar. Clique no link para assinar e encaminhe este email para seus amigos, só com um grande número de assinaturas poderemos garantir a libertação de Aung San Suu Kyi e de todos os presos políticos da Birmânia:
http://www.avaaz.org/po/free_aung_san_suu_kyi

terça-feira, 19 de maio de 2009

Casa das Américas e Benedetti





ACABA de morrer o escritor Mario Benedetti. A noticia é triste para as letras latino-americanas. Desde meado da década de 40, Benedetti foi tecendo uma obra ampla e diversa onde encontraram lugar não só a poesia e a narrativa que cativaram milhões de leitores, senão também o ensaio, o teatro, a crítica e o jornalismo.
Cativante, decisivo, polemista, Benedetti tinha a capacidade de atrair as multidões que se juntavam para escutá-lo em qualquer lugar que levasse seus versos, gerando ao mesmo tempo grandes discussões intelectuais e políticas. Suas dezenas de livros integram uma das obras mais lidas da literatura latino-americana da segunda metade do século 20.
Acaba de morrer o amigo Mario Benedetti. A noticia é dolorosa para quem contou sempre com sua voz e sua solidariedade. Desde sua primeira visita a Cuba em 1966, sua entrega ao projeto de construção duma nova sociedade foi exemplar.
Suas convicções levaram-no ao exílio — do qual boa parte transcorreu em Havana — e a defender suas ideias, que eram também nossas, em todo fórum que esteve presente. Pelo apoio a Cuba foi acossado, sem que duvidasse um momento sobre seu apoio a uma Revolução que considerava própria.
Acaba de morrer o entranhável Mario Benedetti. A noticia deixa-nos consternados, para utilñizar o termo que o próprio Mario cinzelara no seu poema ao Che.
Mario não só foi um grande escritor e um amigo solidário; foi um incansável trabalhador da Casa — tarefa na qual logo vinculou à querida Luz — desde aquela primeira visita para participar como júri do Prêmio Literário. Depois repetiu a experiência, integrou o Comitê de Colaboração da revista Casa e em 1967 fundou o Centro de Pesquisas Literárias.
Benedetti trabalhou na Casa — que tem publicado vários de seus títulos e mais de um disco com sua voz, e que acolheu seus multitudinários recitais poéticos — durante anos intensos, contribuindo para o perfil que ela, em essência, conserva. Por uma triste coincidência, Mario nos deixa quando a Casa acaba de completar 50 anos. No entanto aqui ficam, conosco, sua voz, sua lembrança, seus livros e essa outra obra sua que é a própria Casa das Américas.(Imagem:Granma)

Ivan Lira e a crise mundial


(Ivan Lira, charge publicada pela Telesur)

Poetas del Mundo








Bueno de Rivera, um dos grandes poetas de língua portuguesa e, por isso, merecidamente reverenciado em qualquer lugar onde o assunto seja a poesia maiúscula, é o maior dos seres humanos nascidos em Santo Antônio do Monte, cidade localizada no Centro-Oeste de Minas Gerais e da qual vim para Belo Horizonte a fim de dar prosseguimento aos meus estudos.
Já cursava jornalismo quando procurei o poeta Bueno de Rivera (foto), do qual muitos se lembram por causa do Guia Rivera, uma publicação que registrava o ponto e o trajeto dos ônibus coletivos que serviam aos bairros da capital mineira. Fui recebido com afeto pelo poeta de voz firme e marcante de locutor de rádio – uma atividade que também exerceu em sua vida – e, no final do encontro, saí com a promessa de um prefácio para o meu segundo livro de poemas (Leite e Lua), cujos originais com ele deixei.
Passados alguns dias, recebi um telefonema dizendo que o prefácio estava pronto e que eu poderia buscá-lo. Bueno de Rivera me recebeu, mais uma vez, com alegria e clara satisfação no rosto, afirmando-me que sua alma estava em festa por estar diante de um poeta com origem em sua terra. Falou-me de meu potencial e aconselhou-me a lapidar o dom com que havia nascido, pois se eu não encontrasse o meu estilo, não importando se bom ou ruim, eu seria apenas mais um poeta neste mundo. E comparou: “é mais ou menos como um bom arquiteto que não ousa traçado novo e seu”.
O certo é que saí dali disposto a editar meu “Leite e Lua”, mas a iniciar a busca de uma maneira de expressar com alguma característica literária que fosse minha. Era o ano de 1977 e eu só voltei a editar em 1987 (Cio de Vento), depois de debruçar nas janelas da procura de uma forma de escrever que tivesse um jeito que fosse meu. Durante todo aquele tempo, soavam aos meus ouvidos os conselhos de Rivera: “Vá escrevendo, fazendo sua carreira literária e, quando deparar com livro seu nas prateleiras de algum sebo, você poderá se considerar, no mínimo, vitorioso”.
Hoje, digito meu nome no Google e me deparo com livros de minha autoria expostos em sebos e me recordo do incomparável poeta Bueno de Rivera. Como é duro o exercício da arte de escrever no Brasil, onde a lei de incentivo à cultura fica na dependência final dos humores do setor empresarial e onde os custos gráficos são verdadeiro desplante. Aqui, o autor paga para editar e, se vai remeter, em gesto de doação e idealismo, um exemplar de seu livro pelo Correio, ele não encontra qualquer benefício à sua disposição. Ou seja, paga por sua vocação de forma literalmente injusta.
A poesia só caminha em solo brasileiro graças ao apoio de pessoas e entidades sensíveis, que compreendem a sua importância na sensibilização da sociedade, que quanto menos despoetizada mais violenta se nos apresenta.
Há algum tempo, fui convidado por Sandra Fayad, poeta e escritora residente em Brasília, a integrar o movimento internacional “Poetas del Mundo”. E, dessa forma, tive contato com a poetiza Clevane Pessoa(foto), uma das líderes, em Minas Gerais, da entidade que mantém um gigantesco e prestigiado site no ar, com poetas de todas as regiões do planeta Terra.
Clevane, além de estar à frente do comando do movimento, recebendo com extremo senso de igualdade a todos que a procuram, põe-se à frente do evento “Paz e Poesia”, que, pelo segundo ano consecutivo, em Belo Horizonte, inundou a Feira de Artesanato e a avenida Afonso Pena de poemas e livros, que são entregues aos feirantes, num trabalho de cunho cultural que devia merecer a cobertura da mídia mineira tão provincianamente dadivosa quando se trata de iniciativa apresentada por gente de outras plagas.
Acredito que, se Deus carrega o Universo nos braços, a poesia Ele leva em Suas mãos. Por isso, creio também que todos aqueles, que – como a poetisa Clevane – se dedicam à divulgação da arte poética aliviam o peso depositado nas mãos de Deus e, ao mesmo tempo, enchem de esperança o espírito de escultores e artífices da palavra como o poeta santo-antoniense Bueno de Rivera.

Vem aí a montadora chinesa



Está na hora de a Associação Comercial de Minas, a Federação das Indústrias, as centrais sindicais e outras organizações inicarem a luta para que a fábrica de automóveis Chery, da China, se instale em Minas Gerais.A instalação de uma montadora chinesa no Brasil foi anunciada durante fórum de empresários brasileiros e chineses, realizada à propósito da visita do presidente Luiz Inácio da Silva a República Popular da China. Dentro de dois meses será anunciada a sede da nova fábrica, se no Rio, em São Paulo, no Ceará em Minas Gerais. O governo Aécio Neves precisa também se mobilizar para que venha para cá, já que a previsão é de fabricação de 150 mil carros por ano. Um monte de novos empregos, diretos e indiretos, portanto...O modelo inicial a ser produzido será o A-3 (imagem:Chery/Divulgação)

Ditadura ou Ditabranda?



"Recentemente, a "Folha de S.Paulo" provocou um intenso debate - veiculado sobretudo na Internet - ao classificar o regime militar brasileiro, transcorrido entre 1964 e 1985, como uma ditadura branca - uma ditabranda. Segundo essa avaliação, o regime teria matado pouco, relativamente a outras ditaduras.
De fato, a ditadura brasileira não foi, para ficar apenas na América Latina, como as argentina e chilena, muito mais violentas. Mas daí a classificá-la como branda, constitui uma negação do termo. Sobretudo porque, desde a abertura, o número de vítimas só cresceu e isso sem que o governo tenha dado acesso a seus arquivos.
O último levantamento feito a respeito arrola mais 69 casos aos 357 mortos e desaparecidos contados em 2007 pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos, que repetiu o mesmo número dado pela Comissão dos Familiares de Mortos e Desaparecidos, em 1995. Ajuntados aos 119 mortos feitos pela esquerda armada, o período nada teve de pacífico".(Parte do editorial Na Berlinda, publicado dia 19/05/2009, pelo jornal O Tempo)

Um ancestral do homem?



O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, apresentou terça-feira,no Museu de História Natural de Manhattan, um fóssil de 47 milhões de anos, que pode ser o elo perdido do ancestral do homem.O fóssil, chamado de Darwinius Masillae, ou, popularmente, Ida, foi encontrado na década de 1980 na Alemanha e estava em poder de particulares.Como característica, conta a BBCBrasil, apresenta unhas, em vez de garras, e o polegar numa posição que admite servia para segurar alguma coisa...O que há de concreto é a consagração da teoria evolucionista de Charles Darwin. Embora alguns ainda acreditem que Adão e Eva eram negros, pois naturais da África...(Imagem: Museu Americano de História Natural/BBCBrasil/Divulgação

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Adeus ao poeta Benedetti


O chargista Allan McDonald vê assim a morte do poeta uruguaio Mario Benedetti, segundo a Telesur

Jornal impresso sobrevive


Um estudo realizado pela empresa de consultoria PricewaterhouseCoopers apontou a preferência de leitores pelo jornal impresso, em detrimento à versão online. No levantamento com 4,9 mil pessoas de sete países, 60% do público entre 16 a 29 anos optou por visualizar jornais em mãos às edições digitais. Já em leitores com idade acima dos 50 anos, os números passam dos 73%.
A pesquisa, que contou com a parceria da Associação Mundial dos Jornais, entrevistou leitores, editores, anunciantes e profissionais do setor dos EUA, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda e Suiça. Segundo o diretor executivo da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Ricardo Pedreira, o resultado indica um bom prognóstico para o meio impresso, em tempos de retração econômica e perda nas receitas publicitárias.
A pesquisa, que contou com a parceria da Associação Mundial dos Jornais, entrevistou leitores, editores, anunciantes e profissionais do setor dos EUA, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda e Suiça. Em meio a uma recessão global e a um alto indíce de fechamento de jornais em alguns países,o relatório aponta para a sobre vida do jornal impresso e que, apesar do advento do jornal diário gratuito,leitores estão dispostos a pagar por notícias da internet. O estudo pode ser visto na íntegra no endereço eletrônico: http://www.wan-press.org/article18128.html (Imagem: Manuel Serpa/fickr/Yahoo)

Confiscado celular de jornalista



O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, confiscou o celular de um jornalista na coletiva de imprensa do governo norte-americano da última quarta-feira (13). A informação é da agência EFE. A medida do assessor foi tomada após realizar pedido à imprensa, para que desligasse os aparelhos durante o encontro.
Em pauta, a coletiva de quarta debatia a mudança de atitude do governo Obama em se opor à divulgação de fotos de presos no exterior que sofreram maus-tratos de militares dos EUA.
Na ocasião, enquanto Gibbs dialogava com a imprensa, o celular do jornalista John Gizzi, do site Human Events, tocou. Como de praxe, o porta- voz pediu aos presentes para que desligassem os aparelhos ou os colocassem em modo silencioso. Cerca de meio minuto depois, o celular de Gizzi voltou novamente a tocar, o que causou constrangimento ao porta-voz. Irritado, Gibbs se aproximou do profissional com a mão estendida e disse: " Já chega, me dê o telefone".
A cena inusitada provocou risadas entre os jornalistas presentes na coletiva. Com o celular de Gizzi em mãos, o porta-voz deu sequência ao encontro, até que meio minuto depois, tocou outro celular. Com a mesma atitudade, Gibbs pediu o aparelho ao jornalista, que não o entregou.
Ao final da coletiva, o porta-voz da Casa Branca entregou o aparelho ao jornalista da Human Events. Bem humorado, disse ao profissional: "Tem um recado para você. Sua mãe ligou". A revista Imprensa publicou.

UM COMERCIAL POLÊMICO


Comercial da Brahma estrelado por Ronaldo Fenômeno “desrespeita o princípio da responsabilidade social, por induzir os mais jovens a consumir bebida alcoólica”, diz o Ministério Público, pedindo condenação para a Ambev e para a agência Africa. O jogador, de atacante vira zagueiro: “Criança não bebe cerveja. O brasileiro sofre o dia todo e quer chegar em casa e tomar sua cervejinha. Imagina o futebol sem grandes patrocinadores, sem a cerveja após os jogos...”. Pois é. E você, o que acha? Acesse e faça seu comentário: www.dzai.com.br/cefas/blog/blogdocefas

Reforma Política em discussão

Às 19h30 de terça, dia 19, na Casa do Jornalista -Avenida Álvares Cabral, 400- mais uma reunião do Fórum Mineiro de Reforma Política. A pauta é a seguinte:

Informes sobre o Seminário Nacional da Reforma Política.- Proposta de lançamento da nova Cartilha sobre Ref. Pol.- Realização da Audiência Pública na ALMG (ver notícia abaixo).- Proposta de manifestações públicas em BH.- Realização da Conferência de Comunicação.

Contra pornografia infantil

Quatrocentos policiais estão mobilizados em 20 Estados para o cumprimento de 92 mandados de segurança contra praticantes de pornografia infantil. A informação é do Departamento da Polícia Federal. A prática é um sério atentado contra os direitos humanos.

Últimos reparos no Hubble



Os astronautas norte-americanos John Grunsfeld e Drew Feutel fizeram a última caminhada no espaço para reparos no telescópio Hubble. Agora o mais difícil da missão de 11 dias: a volta ao nosso planeta, enfrentando o lixo espacial pelo caminho. (Imagem: Nasa/Divulgação)

Alemães contra política econômica


Mais de 100 mil pessoas protestaram em Berlim contra a política econômica do governo encabeçado pela chanceler Angela Merkel. A manifestação foi promovida pela Confederação dos Sindicatos Alemães, a DGB. Os trabalhadores reclamaram mudança na política econômica e exigiram aumento salalarial imediato.(Imagem:Prensa Latina/Granma Internacional)

Homenagem a Benedetti



O governo cubano programou para amanhã homenagens ao escritor uruguaio Mario Benedetti que morreu domingo em Montevideo aos 88 anos. A embaixadora cubana no Uruguai, Mariaelena Ruiz Capote, confirmou as homenagens a serem prestadas em Havana ao poeta, romancista e contista uruguaio. Benedetti recebeu o ano passado o Prêmio Alternativa Bolivariana para os Povos de Nossa América.Imagem:ABN (Agência Bolivariana de Notícias)