terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Camarada Luiz Carlos Prestes, presente!!!!!!!!

                                        

3 de janeiro de 2017- 119 anos de 
nascimento do Cavaleiro da Esperança


Acesse o site do Instituto Luiz Carlos Prestes para conhecer o acervo documental relacionado a Luiz Carlos Prestes, que tem por finalidade contribuir a pesquisa do seu legado histórico.

Leia abaixo um trecho do texto "Luiz Carlos Prestes, uma história a ser contada: por ocasião dos 24 anos de sua morte", escrito por Marcos Cesar de Oliveira Pinheiro

"Queiram ou não os seus adversários e críticos de plantão, a ausência física de Luiz Carlos Prestes não nos impede de falar de legados políticos, entendidos como um conjunto de valores e princípios de modo a formar uma cultura política. Dos pilares dessa cultura política, o historiador Lincoln de Abreu Penna enumera três, ao participar do Seminário "Prestes - 20 anos sem o Cavaleiro da Esperança", realizado pela UFRJ, em setembro de 2010: o repúdio às injustiças sociais e a luta para superá-las; o primado do altruísmo, da solidariedade, sobre o individualismo; a vontade política voltada às transformações como motivação das ações na vida pública. Sobre eles, Lincoln traça os seguintes comentários:

O primeiro pilar esteve presente no engajamento de Prestes quando ainda jovem oficial do exército. Revoltou-se e liderou ao longo da década de vinte o movimento tenentista;O segundo acompanhou toda a sua trajetória de vida. O altruísmo e a solidariedade aos companheiros e aos segmentos sociais ligados ao mundo do trabalho sempre deixaram em segundo plano eventuais desejos individuais;E no que se refere ao terceiro pilar, a postura revolucionária o levou a trilhar uma das mais destacadas vidas no campo das lutas em defesa do ideário socialista;É por essa razão que a esperança foi intensamente representada pela figura do seu Cavaleiro, a percorrer o Brasil de Norte a Sul, de Leste à Oeste, levando a bandeira da libertação.

O historiador Lincoln Penna, conclui afirmando que de Prestes devemos guardar alguns princípios e ensinamentos:

O princípio da coerência ideológica;O ensinamento de que o compromisso com a causa da revolução supera os eventuais interesses individuais;O princípio e o ensinamento do dever cívico, que passa pela defesa da soberania nacional e do internacionalismo;A integridade moral diante das adversidades;A capacidade de contrariar maiorias, tendências dominantes, em nome da determinação da luta.

Nesse sentido deve ser entendida a seguinte afirmação: "Da mesma forma que Fidel Castro e os revolucionários cubanos se apoiaram na herança revolucionária de José Martí, a revolução brasileira não poderá avançar sem resgatar o legado de Luiz Carlos Prestes" (Prestes, Anita, Prestes, Anita. Os comunistas brasileiros (1945-1956/58): Luiz Carlos Prestes e a política do PCB. São Paulo: Brasiliense, 2010, p. 160). 

NÃO DEIXE DE LER A BIOGRAFIA "LUIZ CARLOS PRESTES: UM COMUNISTA BRASILEIRO", ESCRITA POR ANITA PRESTES E PUBLICADA PELA BOITEMPO EDITORIAL."

Nenhum comentário :