segunda-feira, 9 de maio de 2016

Entrevista com Juan Valdés Paz

                                         

O Socialismo não pode adiar
a democracia prometida


«As experiencias reais do socialismo histórico têm em comum a sua opção não capitalista; produziram sociedades não capitalistas que, em termos clássicos, dificilmente poderão ser classificadas como socialistas. 

Por sua vez, a maior parte das experiências conhecidas iniciaram meio século depois, no mínimo, uma «transição» para o capitalismo; foi este o caso do socialismo na Europa de Leste, incluindo o socialismo soviético».
Que conceitos e práticas devem caraterizar o novo modelo socialista? Como distingui-lo do atual? Quais são os espaços de autonomia de uma sociedade civil socialista? Como teria de funcionar o sistema político?
São perguntas hoje debatidas em Cuba, sendo que são várias as respostas e muitos os receios, interna e externamente.

Este texto de Juan Valdés Paz não é apenas uma análise da situação, hoje, da Revolução Cubana, é também a defesa dos caminhos para o seu aprofundamento, num novo tempo, que tem de ser inclusivo, pois, «a pretensão de que todos vamos pensar e atuar de igual modo era, de per si, não apenas uma consigna burocrática, mas bastante pouco socialista, além de mentirosa, porque não refletia a realidade.»

Nenhum comentário :