quarta-feira, 28 de junho de 2017

Venezuela: trabalhadores formam comitê para levar debate constituinte para as empresas

                                                                                              Fausto Torrealba/AVN

Segunda-feira foi juramentado o Comitê Constituinte Popular (CCP) da classe trabalhadora que terá entre suas funções aprofundar o debate sobre a importância do Poder Constituinte nas empresas públicas e privadas do país.

"Em cada uma das empresas vamos buscar os companheiros de trabalho e vamos explicar a importância de votar em 30 de julho, e lhe diremos que não somente eles têm de votar, mas que têm de levar suas famílias", disse em Caracas o candidato à Constituinte Francisco Torrealba.

O ex-ministro do Processo Social do Trabalho destacou que o setor dos trabalhadores é o que terá mais participação na Constituinte, com 79 representantes, o que, segundo ele, mostra a importância que tem a classe operária para a Revolução Bolivariana.

"Sabemos que a maioria não quer a guerra que a direita radical venezuelana tenta impor", ressaltou.

Torrealba destacou que os trabalhadores estão ativos em vários estados para explicar a importância da Constituinte nas empresas.

Os CCP têm como tarefa principal planejar, organizar e dirigir a pré-campanha dos 364 candidatos territoriais à Assembleia Constituinte, que começou em 19 de junho e continua até 9 de julho.

No dia 30 de julho serão eleitos 537 deputados constituintes. Deste total, 364 corresponde ao setor territorial e 173 ao setorial, com a seguinte distribuição: trabalhadores, 79 representantes; camponeses e pescadores, 8; empresários, 5; aposentados, 28; pessoas com deficiência, 5; estudantes, 24; e conselhos comunais e comunas, 24.

( Com a ANV/Diário  Liberdade)

Nenhum comentário :