segunda-feira, 13 de março de 2017

A VISITA DE UM CADÁVER POLÍTICO

                                                                        

Anuncia-se para 15 de Março, num teatro de Lisboa, uma conferência da sra. Dilma Rousseff. Segundo os promotores do evento, a ex-presidente do Brasil veio a Portugal a fim de falar de "Neoliberalismo, Desigualdade, Democracia sob ataque" (sic). 

Há que fazer algumas precisões acerca desta visita: 

1) A dita sra. Rousseff apresenta-se como vítima mas ela e o seu mentor Lula foram os principais responsáveis pelas desgraças que hoje afligem o Brasil;  

 2) A imposição do neoliberalismo sobre o povo brasileiro começou precisamente com o sr. Lula e foi continuada pela dita sra. Rousseff, os quais convidaram banqueiros neoliberais para dirigirem a economia do país;   
3) Na verdade, a política económica do actual governo Temer é uma continuação (intensificada) daquela do governo da sra. Rousseff;   

4) Todo o governo da sra. Rousseff foi uma capitulação constante frente ao capital financeiro e ao imperialismo – tentativas de apaziguamento que só contribuíram para cavar a sua própria sepultura;   

5) A referida sra. Rousseff é hoje um cadáver político e o que ela diz ou deixa de dizer já não tem qualquer importância; 

 6) A sua presença em Lisboa parece um gesto de desespero pois no Brasil pouca gente se daria ao trabalho de ir ouvi-la.  

7) A sra. Rousseff procura fazer esquecer rapidamente as leis repressivas contra os movimentos sociais que aprovou (às quais chamou de anti-terroristas); 

8) A gangrena da social-democracia lulista continua a prejudicar os trabalhadores brasileiros, nomeadamente com a política conciliatória e de apassivamento da sua central sindical (CUT). 

 9) É ilusório defender eleições antecipadas como solução para o actual quadro político brasileiro – o messianismo do sr. Lula já mostrou o que valia e não merece remake.

(Com Resistir.info)

Nenhum comentário :