sábado, 1 de julho de 2017

Cuba condena os ataques terroristas em Caracas

                                                   

                    
                                  "Declaração do Ministério das Relações Exteriores

O Ministério das Relações Exteriores da República de Cuba condena energicamente os ataques terroristas acontecidos em Caraca contra o Tribunal Supremo da Justiça e o Ministério do Poder Popular para as Relações Interiores, Justiça e Paz.

É injustificável que alguns governos e figuras políticas, em vez de expressarem uma oposição radical e vertical destes atos terroristas e golpistas, os reconheçam como suposta rebelião policial e os manipule para incitar a ruptura da união cívico-militar, e para investir a digna decisão do presidente Nicolás Maduro Moros de impedir o caos e chamar à legítima defesa da ordem constitucional.

Não causa espanto que a Organização dos Estados Americanos (OEA) e seu secretário-geral se tornem, com seu silêncio, cúmplices do acontecido ou do que puder acontecer.          

Cuba rejeita decididamente o uso do terrorismo e a ingerência externa na Venezuela, ao mesmo tempo em que reafirma a mais firme solidariedade com a Revolução Bolivariana e seus dirigentes.

Nada nem ninguém impedirá que o corajoso povo de Bolívar e Chávez lute com determinação pela defesa de suas ideias e conquistas, e restabeleça a paz que outros quebrantaram.

Havana, 28 de junho de 2017"

Nenhum comentário :