segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Mais de um milhão de chineses morrem todo ano devido a doenças relacionadas com o fumo

                           

OMS pede à China para adotar lei antitabaco devido a elevado número de mortes 

Mais de um milhão de pessoas morrem anualmente na China por doenças relacionadas com o tabaco, número que pode triplicar em 2050, segundo a Organização Mundial de Saúde, que pede a Pequim para avançar com uma lei antitabaco.

Segundo um relatório hoje publicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), uma lei nacional global contra o tabaco pode proteger os 1.340 milhões de cidadãos chineses dos danos do fumo em segunda mão.

"O vício do tabaco na China vai custar caro à saúde, à sociedade e à economia. E os fumadores chineses não se estão apenas a prejudicar a si mesmos, mas também os seus amigos, a sua família, e todos os que os rodeiam", destaca Bernhard Schwartländer, representante da OMS na China. (Com Lusa/Correio da Manhã)

Nenhum comentário :