sábado, 17 de outubro de 2015

Sete dicas boas para cachorro

                                                                        

Treinar seu cachorro desde cedo garante sossego em casa Foto:Shutter Stock/Legion Media

1. Coerência. Se você deixa o seu cão fazer alguma, então ele poderá fazer isso sempre. Se, pelo contrário, ele não estiver autorizado a fazer determinada coisa, não pode fazê-la nunca. O cachorro não entende que no domingo pode pular na sua cama, mas na segunda não pode mais.

Para eles, a diferença está nas condições em que a ação é feita. “Por exemplo, o meu cão é de caça e foi treinado para não perseguir os patos nas lagoas da cidade. Mas, quando estamos no campo, ninguém consegue pará-lo. Ele não entende a diferença entre o pato doméstico e o selvagem, mas sabe que a lagoa do parque não é igual ao lago da floresta”, explica a treinadora.

2. Perseverança. Se for dada uma ordem, é necessário garantir que o cachorro a execute. Caso contrário, vai pensar que no futuro tem a opção de não seguir os comandos dados.

3. Compromisso. É importante perceber a responsabilidade que se assume ao criar um cão. Todos os filhotes são bonitos e fofos, mesmo os de raças mais agressivas. Mas lembre-se que o eles podem se transformar em uma fera. Além disso, será preciso respeitar as necessidades dele.

4. Tudo no tempo certo. A educação do seu cãozinho deve começar desde cedo. Um filhote de um mês é como um bebê de um ano que apenas começa a dar os primeiros passos. Atenção e estímulos são essenciais para evitar indisciplina ou comportamento agressivo.

5. Macho alfa. Deixe claro que quem manda em casa é você, para não acontecer de o cão decidir estabelecer suas próprias regra.

6. Ignore quando preciso. Um dos castigos mais eficazes é ignorar o animal. Nem é preciso dizer que força não conquista o respeito de ninguém.

7. Tamanho é irrelevante. Qualquer cão, de qualquer tamanho, deve ser treinado. Vale a pena educar também os cães menores, pois podem ter dentes afiados que fazem um estrago maior e ser mais doloroso do que uma única mordida de um cão grande. Além disso, eles podem se machucar ao resolverem provocar outro cachorro maior que eles.

(Com a Gazeta Russa)

Nenhum comentário :