domingo, 8 de maio de 2016

MEMÓRIA

                                                                                    
                                             Ricardo Lima
Arturos celebram festa da libertação em Contagem, na RMBH
Evento homenageia resistência e ancestralidade negra

Wallace Oliveira

Entre os dias 5 e 14 de maio, Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebe uma das mais significativas celebrações populares da cidade. Com danças, encenações, cânticos e procissões do congado, a Comunidade Quilombola dos Arturos realiza a Festa da Libertação dos Escravos. O festejo, que acontece desde 1972, recorda a época do cativeiro do povo negro e a abolição da escravatura. O evento é aberto ao público. 

“Não estamos totalmente livres, ainda lutamos pela igualdade racial, num país onde há tanta discriminação do negro. Mas, se os nossos ancestrais sobreviveram à opressão, nós vamos celebrar e dar continuidade a essa luta. Então, a festa também é uma homenagem àqueles que resistiram à escravidão para que hoje a descendência negra vivesse no mundo”, afirma Jorge Antônio dos Santos, membro da comunidade. 

Quem são

Os Arturos são um grupo familiar formado por cerca de 640 pessoas, descendentes de Artur Camilo Silvério, filho do trabalhador Camilo Silvério. Em meados do século XIX, Camilo foi sequestrado da nação de Angola para o trabalho escravo no Brasil. 

Após conquistar a liberdade, ele foi viver na antiga Vila de Santa Quitéria, hoje cidade de Esmeraldas. Por volta do início do século XX, seu filho Artur casou-se com Carmelinda Maria da Silva, com quem teve dez filhos, e fundou a Comunidade dos Arturos em um terreno de 6 hectares, no povoado Domingos Pereira, onde atualmente fica o bairro Jardim Vera Cruz, em Contagem. 

“A maior parte das nossas tradições está ligada à musicalidade. Nos momentos de dor e sacrifício, nossos ancestrais sempre conseguiam um tempo para suas manifestações religiosas ou festivas, ao som dos cânticos e tambores. É um orgulho sermos herdeiros dessa rica cultura”, comenta Jorge.

Festa da Libertação dos Escravos

Onde:

- Comunidade dos Arturos. Rua da Capelinha, 50, Jardim Vera Cruz – Contagem

- Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário. Rua Cristóvão Macedo, 578, Alvorada – Contagem

- Casa da Cultura Nair Mendes Moreira. Praça Vereador Josias Belém, 1, Centro – Contagem. 

Quando: dias 5, 7, 8 e 14 de maio

Informações: (31) 991290392 / 997186527

 (Com o Brasil de Fato

Nenhum comentário :