sexta-feira, 10 de março de 2017

Proteção contra hackers

                                                                             
O projeto Privacidade para Jornalistas, serviço iniciado na Austrália, totalmente gratuito, que ajuda jornalistas a entender e se proteger de perigos digitais, como vigilância e hacking, chegou oficialmente ao Brasil na última segunda-feira (6/3).

Segundo Raphael Hernandes, idealizador da iniciativa, muitos jornalistas fazem apurações pelo WhatsApp ou têm seu catálogo de fontes salvo na nuvem.

“O problema é que isso traz consigo uma série de ameaças digitais com as quais os repórteres nunca tiveram que lidar, como hacking, vigilância online e coleta de metadados. 

Ainda mais enquanto aparecem pelo Brasil casos de censura e de ameaças à liberdade de imprensa, ao sigilo de fontes e ao direito à privacidade do próprio profissional”.

A ideia do projeto começou a partir do Privacy For Journalists, da CryptoAustralia, que são parceiros neste projeto.

O site conta com uma página que mapeia alguns dos cenários de ameaças que repórteres podem enfrentar no dia a dia, além de guias para se proteger.

Exemplos de assuntos são “armazenar arquivos de maneira segura na nuvem” e “chamadas de vídeo criptografadas”.

 (Com a ABI)

Nenhum comentário :