terça-feira, 1 de novembro de 2016

"Diário Liberdade" iniciará nesta quarta-feira campanha de recrutamento de ativistas


                                                            
Amanhá (02 de novembro), Diário Liberdade iniciará umha campanha de captaçom de ativistas. A medida impulsada polo Coletivo Editor soma-se ao processo de entrada de novas e novos ativistas permanentemente aberto no portal informativo popular.

A campanha abrirá amanhá e estará aberta aproximadamente um mês. Ao longo desse tempo, os e as leitoras do Diário Liberdade terám lembretes em forma de banners, artigos e postagens em redes sociais, orientando na forma de entrar ao projeto.

"O Diário Liberdade é um projeto informativo de caráter popular, e um dos principais objetivos que sempre nos propugemos foi a participaçom popular", explicam do Coletivo Editor. "A campanha está aberta a participantes de todo o lugar do mundo", coincidindo com o ámbito editorial do jornal.

Nas informaçons prévias à abertura da campanha, anunciárom que haverá novidades a respeito da maneira em que até agora se incorporavam as pessoas ao projeto. "Queremos criar umha comunidade mais forte, e também queremos fornecer umha formaçom e apoio mais potente a quem entrar" para o qual, explicam no Coletivo Editor, há programadas medidas específicas que reforçarám a consecuçom desses objetivos.

Mais um repto que o Diário Liberdade se tem marcado para a campanha que começará amanhá é o de inseri-la numha adequada formulaçom estratégica, para "dar sentido ao trabalho diário, e mostrar claramente qual é o horizonte que perseguimos".

A campanha, como dito, começará amanhá, e do Coletivo Editor fazem um apelo a participar e a difundir.

Nenhum comentário :