sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Como foi o lançamento da campanha "Não vote, reaja"

                                                                       
            Na sexta-feira, dia 5 de agosto de 2016, a Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto fez o lançamento da Campanha Não Vote, Reaja e a apresentação do Jornal Assata Shakur  no   Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania, em Belo Horizonte/MG.

O lançamento e a apresentação foram feitos por Hamilton Borges da Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto – Salvador/BA.  Foi feita também a convocação para a IV Marcha Internacional contra o Genocídio do Povo Negro, que será realizada em Salvador/BA no dia 29 de agosto de 2016.

            Na véspera, dia 4 de agosto, Hamilton lançou o jornal na aula inaugural da disciplina Psicologia Social e transformação social (Núcleo Conexões Saberes/UFMG) com o tema Genocídio do Povo Negro: e a Psicologia?, na FAFICH/UFMG.  Membros do Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania estiveram presentes.

            A Não Vote, Reaja – lançada em BH no dia seguinte – constitui campanha nacional de boicote à farsa eleitoral.  Propugna que a luta contra o genocídio do Povo Negro, contra a política de encarceramento em massa, contra o racismo, contra a supremacia branca e o terrorismo institucional só pode ser levada a cabo de forma autônoma, autogestionária e independente. 

O Povo Negro, na construção da autoemancipação, pratica permanentemente a luta independente em relação ao Estado, aos governos, aos patrões, ao capital, aos editais, ao gabinetismo, ao parlamento, às burocracias e à institucionalidade. 

A campanha reafirma que esta luta deve se dar através da organização e da militância no chão: quilombo/favela/rua/cadeia. O Estado genocida só aparece nas comunidades para oprimir, massacrar e exterminar o Povo Negro. As comunidades existem e resistem e não precisam de candidatos para representá-las no Estado burguês/racista. “Quilombistas não reivindicam, quilombistas tomam!”.

            O número 01 do Jornal Assata Skakur - publicado em junho/2016 – marca os 11 anos da Campanha Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto e os 10 anos da ASFAP/BA (Associação de Familiares e Amigos de Prisioneiros e Prisioneiras do Estado da Bahia). 

Os focos desta edição são a luta antiprisional - na perspectiva de abolição de todas as grades -, a luta contra o terrorismo policial e a luta contra o genocídio do Povo Negro. Segundo o jornal, as prisões e o genocídio são componentes essenciais do Estado e da sociedade racistas.

            O Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania reitera sua identificação com as lutas da Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto e com a Campanha Não Vote, Reaja.

Belo Horizonte, 10 de agosto de 2016

Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania

http://institutohelenagreco. blogspot.com.br/2016/08/ noticia-nao-vote-reaja-em-bh. html

Nenhum comentário :