domingo, 24 de abril de 2016

Milhares evocam os 400 anos da morte de Shakespeare

                                                                     
                                          Encenação junto à casa onde nasceu Shakespeare

Milhares de pessoas chegaram a Stratford-upon-Avon, terra natal de William Shakespeare, para participarem nas celebrações do 400.º aniversário da morte do dramaturgo britânico, enquanto em Londres Barack Obama desfrutava de alguns trechos de "Hamlet".

"To be or not to be" (ser ou não ser, em português), a celebérrima frase de Hamlet, na peça com o mesmo nome, encantou o Presidente norte-americano que assistiu no sábado à noite a uma curta representação organizada para ele no Shakespeare's Globe, o teatro circular a céu aberto reconstruído em 1996, depois de um incêndio em 1613, enquanto estava em cartaz uma das últimas peças de Shakespeare.

"Não quero que isto termine", afirmou Barack Obama, encantado, depois de algumas passagens de "Hamlet", representadas pela Shakespeare Compagny no teatro instalado na margem sul do rio Tamisa.

Em Stratford-upon-Avon, perante mais de 10 mil espectadores, uma parada teatral percorreu esta pequena localidade situada no campo, terminando junto à igreja da Santa Trindade, onde está o túmulo de Shakespeare. Foi ao som de um grupo de jazz de Nova Orleães que a vila entrou no fim de semana de celebrações em homenagem ao famoso dramaturgo.

O mais célebre dos autores britânicos morreu a 23 de abril de 1616, aos 52 anos



Leia mais: Milhares evocam os 400 anos da morte de Shakespeare http://www.jn.pt/cultura/interior/milhares-evocam-os-400-anos-da-morte-de-shakespeare-5141415.html#ixzz46mqkyG3h 

(Com o Diário de Notícias)

Nenhum comentário :