sábado, 5 de dezembro de 2015

MANIFESTO DE SOLIDARIEDADE À VENEZUELA

                                                                     

A Venezuela vive um momento histórico. A eleição do dia 06 de dezembro é o vigésimo processo eleitoral desde a eleição de Chávez em 1998. Todos os resultados dessas eleições na Venezuela foram implementadas pelo Conselho Nacional Eleitoral e reconhecidas pela comunidade internacional e a oposição venezuelana.

O processo eleitoral na Venezuela inclui urna eletrônica, impressão em papel dos votos, e a possibilidade de fiscalização de mais de 50% dos votos impressos. Com garantia de participação para todos os eleitores e liberdade de manifestação de todas as correntes politicas, incluindo as correntes de oposição.

Durante todo esse período o mundo assistiu a contínuos ataques e ingerências econômicas e politicas do imperialismo, incluindo a articulação de um golpe de estado em 2002, derrotado pela impressionante mobilização popular.

Desde a posse de Chávez foi deflagrada uma guerra econômica que se aprofundou violentamente nos últimos anos com um desabastecimento premeditado por parte de grandes grupos econômicos da oligarquia aliados ao imperialismo que sabotam a produção de gêneros essenciais para a população. Um processo que repete a estratégia utilizada pelo imperialismo estadunidense na derrubada do presidente chileno Salvador Allende em 1973.

Entendendo que o processo revolucionário bolivariano tem um importante papel na correlação de forças na América Latina e no avanço das lutas populares e classistas no mundo, as organizações sociais e politicas que assinam esse manifesto apoiam:

As mudanças da Revolução Bolivariana que melhoraram substancialmente as condições de vida do povo.
A resistência do povo venezuelano contra as tentativas de desestabilização e descredito do processo eleitoral.
A legitimidade e a capacidade do Conselho Nacional Eleitoral em administrar o processo eleitoral do dia 06 dezembro.
Rio de Janeiro, 02 de dezembro de 2015.

Chávez Vive, a luta continua!

Assinam:

Centro Rui Mauro Marini
Marcha Patriótica do Brasil
Representante da UFRJ
OCAC
TV Comunitária do RJ
Prefeitura de Maricá
Partido Comunista Brasileiro (PCB)
União da Juventude Comunista (UJC)
USS/ETRR/PT
Jornal Inverta
Unidade Classista
Frente Internacional dos Sem Tetos (Fist)
Brigadas Populares
Federação Única das Favelas do Rio de Janeiro (FAFERJ)
Comité Carioca de Solidariedade com Cuba
Centro Cultural Antônio Carlos Carvalho (CECAC)
CRM
Partido Comunista Revolucionário (PCR)
Partido Comunista Marxista Leninista (PCML)
Movimento dos Sem Terra (MST)
Levante da Juventude
Movimento 5 de Julho
Rede Democrática
Deputado Paulo Ramos – PSOL
Casa da América Latina
Fundação Dinarco Reis

Nenhum comentário :