sábado, 5 de dezembro de 2015

Jornalista Audálio Dantas recebe título de Doutor Honoris Causa

                                              

O jornalista alagoano Audálio Ferreira Dantas recebeu, na última quarta-feira (2), o título de Doutor Honoris Causa. A honraria foi concedida pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneall),  reconhecendo sua atuação profissional na defesa dos direitos humanos e do trabalho em Alagoas.

A solenidade foi promovida pela Secretaria de Estado da Comunicação (Secom), no Palácio República dos Palmares e realizada durante o último encontro dos Assessores de Comunicação do Governo do Estado. Audálio Dantas recebeu o título pelas mãos do reitor da Uneal, Jairo Campos.

“Estou voltando às minhas origens, repetindo o que disse ao receber o título da Ordem do Mérito Zumbi dos Palmares. Como alagoano que sou e me orgulho de ser, estou muito lisonjeado de receber um título importante como este. Aprendi o jornalismo lendo o também alagoano e escritor Graciliano Ramos, e é uma satisfação estar participando desta homenagem”, disse o jornalista.

Audálio Dantas acrescentou que sua trajetória no jornalismo é focada na objetividade dos textos.

“O grande escritor Graciliano Ramos disse: ‘Palavra não foi feita para brilhar, a palavra foi feita para dizer’, e é com essa frase que falo da objetividade que os textos devem seguir. Fazer jornalismo é uma atividade muito difícil. Eu sou um trabalhador da informação”, explicou.

O reitor Jairo Campos exaltou a solenidade que reconhece o nível profissional dos homenageados.

“Estamos homenageando dez homens alagoanos que, indiscutivelmente, deixaram seus nomes escritos, cada um em sua área de atuação. Temos muitos nomes incríveis no Estado, e Audálio é um desses nomes”, afirmou.

O secretário de Estado de Comunicação, Ênio Lins, disse que Audálio Dantas deveria servir de referência para os jornalistas.

“Trata-se de um exemplo, principalmente para os mais jovens. É a nossa última palestra do ano, vamos focar para que 2016 seja ainda mais produtivo que 2015”, acrescentou o secretário. (Com a ABI)

Nenhum comentário :